Família essa palavra remete a amor, confiança, carinho, dedicação, companheirismo e uma porção de sentimentos bons.

Depois de um diagnóstico de câncer de próstata, é essencial que a família solidifique ainda mais os laços fraternos, para que o paciente se sinta acolhido em todos os âmbitos.

E essa cumplicidade deve ser uma via de mão dupla. O paciente também deve lembrar que os familiares e amigos mais próximos passam por todas as etapas do câncer junto com ele, e podem não saber ao certo como lidar com essa situação.

Recebi o diagnóstico. Como conto para minha família?

Se você teve a companhia de alguém ao receber o diagnóstico, peça a essa pessoa que o acompanhe no momento de compartilhar essa informação com outros. Isso pode ajudá-lo a ter mais segurança.

Dicas de como tranquilizar seu familiar:

  • Seja sempre sincero e não esconda as etapas do tratamento. Isso também é importante para que seus familiares saibam lidar com você e suas reações nesta nova fase.
  • Sempre leve alguém de sua confiança para as consultas médicas. Assim, além de você tirar suas dúvidas, ele também pode compartilhar seus questionamentos e se sentir parte dessa integração durante o tratamento do câncer.
  • Faça atividades que lhe ofereçam prazer e felicidade em companhia de sua família.
  • Converse com sua parceira sobre as possíveis mudanças do seu corpo
  • Seja um exemplo e multiplicador de informação: repasse as orientações de prevenção para o seu círculo social, assim você ajuda os outros na prevenção do câncer de próstata.

novembro-azul

 

Fonte: INSTITUTO LADO A LADO PELA VIDA, NOVEMBRO AZUL. Câncer de próstata. Disponível em: <http://www.ladoaladopelavida.org.br/campanha/novembro-azul/apoio-ao-paciente/a-importancia-da-familia>. Acesso em: 04 nov. 2016.